Tartarugas Marinhas

Tema: Biologia e Conservação de Tartarugas Marinhas

Ministrantes:

– Dr. Suzana Guimarães
– MSc. Alícia Bertolotto, MSc. Larissa Araújo e Dr. Suzana Guimarães (aula expositiva em campo)

Carga horária: 8 horas de teórica + 3 horas de prática

Público Alvo e Pré-requisitos:  educadores, estudantes (universitários ou ensino médio) e demais interessados pelo assunto.

Nº de vagas: 50 (turma mínima com 10 alunos caso não seja atingido o curso será adiado)

Data da realização/ horário e endereço:

Aula Teórica:
Data: 20 de outubro de 2018 de 09:00 às 18:00 h
Local:  FUNCEFET – Rua Prof Gabizo, 367, 2 andar – Maracanã – Rio de Janeiro/RJ
Aula Expositiva de campo
Data: 27 de outubro de 2018 de 9:00 às 12:00 h
Local: Praia de Itaipu, Niterói (recomenda-se levar protetor solar, boné e água).
Como chegar em Itaipu: Pegar o ônibus 38 (Itaipu) no terminal de Niterói e saltar no ponto final (Praia de Itaipu).

Para ganhar inscrições é só fazer uma contribuição de R$150 para manutenção do Instituto Mar Adentro e Projeto ARUANÃ:

Alunos, professores e Ex Alunos do CEFET a inscrição é GRATUITA.

Para Preencher a sua Ficha de Inscrição e Receber as Informações Para Realizar o Pagamento – CLIQUE NO BOTÃO ABAIXO

button_clique-aqui-para-se-inscrever

Objetivos: contribuir com a formação de estudantes interessados em meio ambiente, conservação da natureza e em especial das tartarugas marinhas. Nele apresentamos conhecimentos sobre a biologia e ecologia geral das espécies de tartarugas marinhas, suas principais ameaças, principais ações de manejo e conservação. Também será abordado os objetivos do Projeto Aruanã e sua atuação na região da Baía de Guanabara e adjacências.

Ementa:

– Filogenia e evolução das tartarugas marinhas
– Identificação das Espécies
– Ciclo de vida (reprodução, nidação, nascimento, etapas da vida, diferenciação de macho e fêmea, mecanismos de retorno à praia de desova, etc)
– Ameaças naturais a antrópicas
– Caracterização das populações
– Métodos de Conservação
– Apresentação do Projeto Aruanã – Tartarugas Marinhas da Guanabara e adjacências.
– Aula expositiva em campo na Praia de Itaipu – Niterói, RJ. A equipe do Projeto Aruanã irá aproveitar a captura intencional que é feita de forma regular duas vezes por ano, com a finalidade de pesquisa, para que os alunos possam acompanhar todo o trabalho e ter a oportunidade de ver esses animais de perto e aprender como é a metodologia utilizada nas pesquisas com tartarugas marinhas.

Currículo resumido dos ministrantes:

MSc. Suzana Guimarães
Graduada em Ciências Biológicas com Bacharel em Biologia Marinha (2008) e Licenciatura (2010) pela Universidade Federal Fluminense. Mestre e Doutora em Biologia Marinha pela mesma Universidade. Possui experiência em estudo de comunidades, ecologia de populações, pesca artesanal, pesca industrial, tartarugas marinhas e Sistema de Informações Geográficas (SIG). Atual Coordenadora Técnica e Científica do Projeto Aruanã.
Lattes: http://lattes.cnpq.br/6681669154185042

Msc. Amanda Vidal
Mestra em Biologia Marinha e graduada em Bacharel em Biologia com ênfase em Biologia Marinha pela Universidade Federal Fluminense (UFF) no ano de 2009. É mergulhadora básica (CMAS) e apneísta amadora. Trabalha nas áreas de conservação e ecologia do nécton, principalmente da família Cheloniidae. Atual Coordenadora de Educação Ambiental do Projeto Aruanã
Lattes: http://lattes.cnpq.br/6641014648503932

MSc. Alícia Bertoloto Tagliolatto
Graduada em Ciências Biológicas (Bacharel e Licenciatura) pela Universidade de Brasília (2012), Mestre em Biologia Marinha pela Universidade Federal Fluminense (2015) e Doutoranda em Biologia Marinha e Ambientes Costeiros pela Universidade Federal Fluminense. Possui experiência em estudo de comunidades, ecologia de pequenos mamíferos e biologia, ecologia e conservação de tartarugas marinhas. Atual bióloga e gestora de dados do Projeto Aruanã.
Lattes: http://lattes.cnpq.br/4208412189258352

Msc. Larissa Araújo Nunes
Bióloga, formada em 2012 na Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro. Mestre em Biologia Marinha e Ecossistemas Costeiros pela Universidade Federal Fluminense. Atual bióloga e assessora de comunicação do Projeto Aruanã.
Lattes: http://lattes.cnpq.br/7361754004196395

Anna Carolina Morais
Graduada em Ciências Biológicas (2015) pelo Centro Universitário Celso Lisboa e mestranda em Biologia Marinha pela Universidade Federal Fluminense. Possui experiência em conservação de espécies, biologia de costões rochosos e educação ambiental. Atual Bióloga e Coordenadora de estágio do Projeto Aruanã.
Lattes: http://lattes.cnpq.br/7640154944965183

imagemdivulga